Entrevista


Entrevista

Entrevista simulada com
os comentários de Shadow
em um post no site Votalhada
em 13 de fevereiro de 2016 01:23

 

 

Shadow é uma competente comentarista de RS e outros temas, cujo blog é um dos que gosto de ler. Já em outra ocasião trasformei seus comentários em um post meu no Votalhada em uma entrevista simulada onde ela me “entrevista”. Agora simulo o contrário e sou eu quem a “entrevisto”. Espero que gostem.

 


Frank: Neste Carnaval não tivemos um paredão eliminatório e o RS acabou não eliminando ninguém nesta semana…

Shadow: Pois é Frank. O carnaval acabou, o “paredão do bem” também.

Frank: Você acha que algum concursante se prejudicou ou se beneficiou com esse Falso Paredão?

Shadow: Não é segredo para ninguém que Ana Paula se beneficiou e muito nesta semana. Desequilibrou o jogo. Todos ficaram expostos.

Frank: A Ana Paula voltou desse “paredão-pegadinha” com informações privilegiadas e não parece que sabe aproveitar as informações que obteve. Como acha que ela voltou?

Shadow: Retornou exacerbando falhas e zombando daqueles que não se curvam a ela.

Frank: Você acha que a audiência gosta disso?

Shadow: Parte do público ainda está aplaudindo sua sádica performance. O peito estufado, o olhar altivo e o dedo em riste parecem estar em alta.

Frank: E para a produção do programa? Haveria algum benefício?

Shadow: Prato cheio para a direção e edição que tem transformado o amargo em doce e a treva em luz.

Frank: Você acha que a Ana paula está jogando corretamente?

Shadow: É curioso de se ver. Agora eu te pergunto Frank: Que mérito tem aquele que ri, menospreza e debocha ao ganhar uma prova ou um privilégio? Isso é jogo? O bom jogador, assim como na vida, sabe que é preciso ter respeito pelo oponente. Ganhar e ficar feliz é muito diferente de valer-se disso para menosprezar e tripudiar o outro, é mesquinho.

Frank: Você acha que a Ana Paula é calculista e está fazendo um jogo manipulador?

Shadow: Pessoas tóxicas procuram ser o centro das atenções; apreciam a intriga, são calculistas, têm prazer em perseguir os outros, sentem-se realizadas ao causar constrangimento, detestam a harmonia e dominam como ninguém a arte da manipulação.

Frank: Qual a consequência disso?

Shadow: Enquanto os olhos e as câmeras se voltam para essas pessoas, outras são ofuscadas e histórias deixam de ser contadas. É o que começa a acontecer nesse BBB.

Frank: Você acha que há espaço para as amizades dentro de um jogo todos contra todos?

Shadow: A bela amizade entre os dois “iel”: Daniel e Tamiel se perde; e é o que há de mais verdadeiro ali. O respeito e a admiração que um tem pelo outro são raros, ainda mais dentro de um jogo. Mereceriam ter maior destaque, pois o mundo está carente de amizades como essa.

Frank: Existe alguém no confinamento que não é amigo de ninguém em sua opinião?

Shadow: A frieza com que Ana Paula foi recebida por Ronan, sem um abraço sequer, também passou batido. A impressão que se tem é que ele, assim como os outros, não gostou da pegadinha. Aliás, frieza sobra ali. Dizem que o silêncio de um olhar pode ser muito revelador e, quando a câmera consegue captar os olhos do Ronan, sentem-se calafrios. Ele não se envolve, não consegue estabelecer laços, tenta sugar as atenções com frases feitas que decorou nos livros, muitas vezes fora de contexto. Não deixa de ser emblemático que tenha levado para a casa “O Pequeno Príncipe”, cuja mensagem é “cativar” e “ver com o coração”, parece não ter encontrado ainda o seu real significado.

Frank: Você acha que alguém ali não está jogando e torce para uma pessoa ou pelo menos simpatiza com ela?

Shadow: A postura e coragem de Renan diante das investidas de Munik e Juliana, fica empobrecida quando restrita a um termo pejorativo: “bananam” ou a memes nas redes sociais. Ele sabe que formando casalzinho de conveniência poderia ir mais longe no jogo, quantos já não fizeram isso???, a vencedora do BBB14 e a Clara são um exemplo. Mas ele é fiel a si mesmo e a seus princípios. E isso também é uma raridade dentro do BBB. Renan está sendo vítima de um pensamento machista, do qual em pleno século XXI os homens ainda são reféns. Homem bonito tem que ser “pegador”, caso contrário, ou é gay ou um “bananam”. É como se os homens não tivessem escolha para dizer não diante das investidas de uma mulher. Pois é…. é preciso ser muito homem para resistir e quebrar um paradigma como esse, mesmo sabendo que será julgado por isso.

Frank: Sobre esse assunto não acho que homem feio tem muita condição de ser “pegador” a não ser que seja muito inteligente e tenha outras “qualidades”. O simples fato de ser bonito e sedutor em minha opinião já faz de um homem um “pegador” e não vejo machismo nisso. Munik e Juliana parecem interessadas no Renan. Até onde sei uma é livre e a outra tem namorado aqui fora. Quando uma mulher não abre nenhuma brecha, não tem como um homem se atirar, com raras exceções. Você acha que o público gosta delas ficarem dando “moral” para o Renan?

Shadow: Falando em Munik e Juliana, não deixa de ser divertido e engraçado ver as duas disputando o Renan: os olhares furtivos, as investidas quando a outra dá bobeira; mas essas estripulias não são mostradas, porque o ênfase está em depreciar aquele que é o objeto de desejo das duas. Perde-se a oportunidade de contar uma história cômica, leve e jovial.

Frank: Sobre protagonismo, você deve achar que ainda é cedo para aparecer. Por quê?

Shadow: Ao eleger tão precocemente a “protagonista” o jogo se esvazia. A meu ver Ana Paula acabará cansando (a mim já cansou) assim como o seu irritante “olha elaaaa…”.

Frank: Também acho que o protagonismo atrapalha, apesar de ainda não saber se o protagonismo da Ana Paula é forçado ou natural, mas independente disso o público parece gostar…

Shadow: Além do mais, o protagonismo dela, só existe por conta dos outros protagonistas-antagonistas, que uma vez eliminados como pretende, ficará sem palco para suas caras e bocas, chiliques, ataques histriônicos e encenações.

Frank: Não sei se concordo muito com isso, apesar de ser contra protagonismos fora do teatro e das ficções. Já vi desempenhos solos fantásticos e protagonismos competentes em monólogos. Pode ser que a Ana Paula seja uma pessoa desacostumada a ser uma anônima perdida na multidão e tenha tanta gana de brilhar por pura necessidade da sua personalidade, que de fato é (gana) exagerada. Prefiro esperar para dar uma veredito final. Vamos observar com mais atenção, né?

Shadow: Enfim… aguardemos.

Bom final de semana,
Um abraço, Shadow

 

Muito obrigado por suas opiniões e comentários sempre sinceros e equilibrados, Shadow. Tenha um excelente e merecido restinho de Fim de Semana e uma boa semana a seguir. Envio um abraço fraterno.


Comentários & Mensagens
 (Nota: Comentários publicados no site votalhada no post Ana Paula x Ronan – Falso Paredão, em fevereiro 09, 2016)

Shadow13 de fevereiro de 2016 01:23

 Pois é Frank,
O carnaval acabou, o “paredão do bem” também.
Não é segredo para ninguém que Ana Paula se beneficiou e muito nesta semana. Desequilibrou o jogo. Todos ficaram expostos. Retornou exacerbando falhas e zombando daqueles que não se curvam a ela. Parte do público ainda está aplaudindo sua sádica performance. O peito estufado, o olhar altivo e o dedo em riste parecem estar em alta.Prato cheio para a direção e edição que tem transformado o amargo em doce e a treva em luz.É curioso de se ver.

Agora eu te pergunto Frank: Que mérito tem aquele que ri, menospreza e debocha ao ganhar uma prova ou um privilégio? Isso é jogo? O bom jogador, assim como na vida, sabe que é preciso ter respeito pelo oponente. Ganhar e ficar feliz é muito diferente de valer-se disso para menosprezar e tripudiar o outro, é mesquinho.

Pessoas tóxicas procuram ser o centro das atenções; apreciam a intriga, são calculistas, têm prazer em perseguir os outros, sentem-se realizadas ao causar constrangimento, detestam a harmonia e dominam como ninguém a arte da manipulação.

Enquanto os olhos e as câmeras se voltam para essas pessoas, outras são ofuscadas e histórias deixam de ser contadas. É o que começa a acontecer nesse BBB.

A bela amizade entre os dois “iel”: Daniel e Tamiel se perde; e é o que há de mais verdadeiro ali. O respeito e a admiração que um tem pelo outro são raros, ainda mais dentro de um jogo. Mereceriam ter maior destaque, pois o mundo está carente de amizades como essa.

A frieza com que Ana Paula foi recebida por Ronan, sem um abraço sequer, também passou batido. A impressão que se tem é que ele, assim como os outros, não gostou da pegadinha. Aliás, frieza sobra ali. Dizem que o silêncio de um olhar pode ser muito revelador e, quando a câmera consegue captar os olhos do Ronan, sentem-se calafrios. Ele não se envolve, não consegue estabelecer laços, tenta sugar as atenções com frases feitas que decorou nos livros, muitas vezes fora de contexto. Não deixa de ser emblemático que tenha levado para a casa “O Pequeno Príncipe”, cuja mensagem é “cativar” e “ver com o coração”, parece não ter encontrado ainda o seu real significado.

A postura e coragem de Renan diante das investidas de Munik e Juliana, fica empobrecida quando restrita a um termo pejorativo: “bananam” ou a memes nas redes sociais. Ele sabe que formando casalzinho de conveniência poderia ir mais longe no jogo, quantos já não fizeram isso???, a vencedora do BBB14 e a Clara são um exemplo. Mas ele é fiel a si mesmo e a seus princípios. E isso também é uma raridade dentro do BBB. Renan está sendo vítima de um pensamento machista, do qual em pleno século XXI os homens ainda são reféns. Homem bonito tem que ser “pegador”, caso contrário, ou é gay ou um “bananam”. É como se os homens não tivessem escolha para dizer não diante das investidas de uma mulher. Pois é…. é preciso ser muito homem para resistir e quebrar um paradigma como esse, mesmo sabendo que será julgado por isso.

Falando em Munik e Juliana, não deixa de ser divertido e engraçado ver as duas disputando o Renan: os olhares furtivos, as investidas quando a outra dá bobeira; mas essas estripulias não são mostradas, porque o ênfase está em depreciar aquele que é o objeto de desejo das duas. Perde-se a oportunidade de contar uma história cômica, leve e jovial.

Ao eleger tão precocemente a “protagonista” o jogo se esvazia. A meu ver Ana Paula acabará cansando (a mim já cansou) assim como o seu irritante “olha elaaaa…”.

Além do mais, o protagonismo dela, só existe por conta dos outros protagonistas-antagonistas, que uma vez eliminados como pretende, ficará sem palco para suas caras e bocas, chiliques, ataques histriônicos e encenações.

Enfim… aguardemos.

Bom final de semana,
Um abraço, Shadow”

Um abraço Shadow. Boa semana para você. Desculpe transformar seus comentários em uma entrevista. Tentei encaixar minhas perguntas nos temas que abordou e me preocupei em não deturpar seus pensamentos.

“Caremen Lima 14 de fevereiro de 2016 00:28
Adorei, muito boa a sua conclusão!

Thereza Nicacio 14 de fevereiro de 2016 02:31

Magnífico texto!
Assino embaixo, com firma reconhecida!”

Né?

Curiosidades


Os comentários acima foram postados na análise e estatísticas do Falso Paredão onde a Ana Paula foi agraciada pela audiência com um curto período de reclusão em um cômodo do “espaço multiuso”, de onde acompanhou ao vivo parte do desenrolar das tramas no confinamento durante duas noites e um dia através de um monitor.

Como a Juliana convidou a Adélia para acompanhá-la no almoço especial que ganhou na Prova do Anjo, é possível que ela imunize o Renan. Se ela imunizar o Daniel, se colocará diretamente na mira da Líder Pequi.

Ana Paula tentou “imprensar” o Tamiel para que ele saia do muro em vista de provavelmente estar com 3 votos. Em consequência, ele  buscou apoio no lado contrário ao dela para se livrar do paredão e o que conseguiu pode ser exatamente o paredão com a adição de mais dois votos. Vamos aguardar para ver logo mais na hora da votação.

Contatos

Email: frankkiller@votalhada.com.br
Twitter: @Frankkiller04
Perfil: tagged

Observação:

Será necessária autorização explícita para transcrever em nossos posts (caso considere-se interessantes ou convenientes ou enquadrem-se nos temas publicados acima) as mensagens ou partes delas constantes em emails endereçados ao autor deste post.

 

Eventual advertisements or ads placed here are not the responsibility of the blog and are not entitled to endorsements from us

   

Advertisements

Lider Pequi


Líder Pequí

Munik, em desempenho notável frente à sua maior amiga Ana Paula, sagrou-se como vencedora da Prova do Líder para a quarta semana. A goiana é uma menina bonita e meiga que recebeu o apelido de Pequí devido a uma pequena confusão com as palavras “por aqui”!

Como costuma acontecer no Brasil, certas mulheres que se destacam no cenário artístico ou do entretenimento são apelidadas com nomes de frutas e, agora, temos uma mulher-pequí também, ou somente Pequí para os íntimos.

https://i1.wp.com/s2.glbimg.com/FjCkhTtRA6GqvZagjxLQteye-qk=/0x0:1919x1080/690x0/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_e84042ef78cb4708aeebdf1c68c6cbd6/internal_photos/apis/ca91f5fb036f4fef8088ababea35ebbd/180946.jpg

Em face do carinho que Ana Paula tem por Munik, os fãs de ambas nas redes sociais resolveram “shipar” os nomes delas como Anik. Anteriormente os fãs de Renan já o haviam “shipado” com Munik (Renik), mas o “brother” não parece muito inclinado a fazer casal com ela no confinamento. Quem sabe, aqui fora? LOL.

“Shipar” é um termo popular novo em português derivado do termo em inglês “ship”, que significa barco, navio, etc. Por exemplo, Nave-mãe é tradução de “Mothership”

Anjo

Na Prova do Anjo em 13/2, a concursante Juliana, desafeto da dupla “Anik”, venceu e colocou a própria Ana Paula e seu amigo Ronan no castigo do monstro. Os dois, fantasiados de “cleaners” de vazamentos radiativos, terão que cuidar de instalações nucleares defeituosas sempre que tocar um determinado sinal.

Será lógico supôr que Juliana imunizará a Adélia em retribuição por ter sido imunizada por ela na primeira semana. Restarão então apenas dois do grupo dela para serem votados pela casa (excetuando os votos de Cacau, Geralda e Matheus), sendo ela uma delas.

Se não for o imunizado, Daniel será a provável indicação da Líder Pequí. Nesse caso, Matheus e Geralda irão provavelmente em Tamiel. Ronan e Ana Paula irão em Renan ou Juliana. Juliana tem a pequí como segunda opção e poderá votar nela.

Previsões de votos

Adélia e Daniel poderão ir em Pequí ou Ronan. Renan pode ir em Ronan. Nessas previsões (que ainda podem mudar) os votos seriam distribuídos conforme as 3 primeiras opções de voto de cada um para amanhã (assumindo Adélia e Ana Paula imunes) da seguinte maneira:

Adélia: Ronan, Pequí e Geralda.
Ana Paula: Renan, Daniel e Juliana.
Cacau: Ronan, Daniel e Pequí.
Daniel: Pequí, Ronan e Geralda.
Geralda: Daniel, Tamiel e Ronan.
Juliana: Pequí, Ronan e Geralda.
Matheus: Tamiel, Ronan e Daniel.
Pequí: Daniel, Juliana e Renan.
Renan: Ronan, Pequí e Tamiel.
Ronan: Daniel, Renan e Juliana.
Tamiel: Matheus, Geralda e Cacau.

Daniel, Juliana, Pequí, Renan, Ronan e Tamiel estão em risco de irem para o “Big Wall” e os 3 com maiores riscos são Daniel, Ronan e Pequí.