Entrevista


Entrevista

Entrevista simulada com
os comentários de Shadow
em um post no site Votalhada
em 13 de fevereiro de 2016 01:23

 

 

Shadow é uma competente comentarista de RS e outros temas, cujo blog é um dos que gosto de ler. Já em outra ocasião trasformei seus comentários em um post meu no Votalhada em uma entrevista simulada onde ela me “entrevista”. Agora simulo o contrário e sou eu quem a “entrevisto”. Espero que gostem.

 


Frank: Neste Carnaval não tivemos um paredão eliminatório e o RS acabou não eliminando ninguém nesta semana…

Shadow: Pois é Frank. O carnaval acabou, o “paredão do bem” também.

Frank: Você acha que algum concursante se prejudicou ou se beneficiou com esse Falso Paredão?

Shadow: Não é segredo para ninguém que Ana Paula se beneficiou e muito nesta semana. Desequilibrou o jogo. Todos ficaram expostos.

Frank: A Ana Paula voltou desse “paredão-pegadinha” com informações privilegiadas e não parece que sabe aproveitar as informações que obteve. Como acha que ela voltou?

Shadow: Retornou exacerbando falhas e zombando daqueles que não se curvam a ela.

Frank: Você acha que a audiência gosta disso?

Shadow: Parte do público ainda está aplaudindo sua sádica performance. O peito estufado, o olhar altivo e o dedo em riste parecem estar em alta.

Frank: E para a produção do programa? Haveria algum benefício?

Shadow: Prato cheio para a direção e edição que tem transformado o amargo em doce e a treva em luz.

Frank: Você acha que a Ana paula está jogando corretamente?

Shadow: É curioso de se ver. Agora eu te pergunto Frank: Que mérito tem aquele que ri, menospreza e debocha ao ganhar uma prova ou um privilégio? Isso é jogo? O bom jogador, assim como na vida, sabe que é preciso ter respeito pelo oponente. Ganhar e ficar feliz é muito diferente de valer-se disso para menosprezar e tripudiar o outro, é mesquinho.

Frank: Você acha que a Ana Paula é calculista e está fazendo um jogo manipulador?

Shadow: Pessoas tóxicas procuram ser o centro das atenções; apreciam a intriga, são calculistas, têm prazer em perseguir os outros, sentem-se realizadas ao causar constrangimento, detestam a harmonia e dominam como ninguém a arte da manipulação.

Frank: Qual a consequência disso?

Shadow: Enquanto os olhos e as câmeras se voltam para essas pessoas, outras são ofuscadas e histórias deixam de ser contadas. É o que começa a acontecer nesse BBB.

Frank: Você acha que há espaço para as amizades dentro de um jogo todos contra todos?

Shadow: A bela amizade entre os dois “iel”: Daniel e Tamiel se perde; e é o que há de mais verdadeiro ali. O respeito e a admiração que um tem pelo outro são raros, ainda mais dentro de um jogo. Mereceriam ter maior destaque, pois o mundo está carente de amizades como essa.

Frank: Existe alguém no confinamento que não é amigo de ninguém em sua opinião?

Shadow: A frieza com que Ana Paula foi recebida por Ronan, sem um abraço sequer, também passou batido. A impressão que se tem é que ele, assim como os outros, não gostou da pegadinha. Aliás, frieza sobra ali. Dizem que o silêncio de um olhar pode ser muito revelador e, quando a câmera consegue captar os olhos do Ronan, sentem-se calafrios. Ele não se envolve, não consegue estabelecer laços, tenta sugar as atenções com frases feitas que decorou nos livros, muitas vezes fora de contexto. Não deixa de ser emblemático que tenha levado para a casa “O Pequeno Príncipe”, cuja mensagem é “cativar” e “ver com o coração”, parece não ter encontrado ainda o seu real significado.

Frank: Você acha que alguém ali não está jogando e torce para uma pessoa ou pelo menos simpatiza com ela?

Shadow: A postura e coragem de Renan diante das investidas de Munik e Juliana, fica empobrecida quando restrita a um termo pejorativo: “bananam” ou a memes nas redes sociais. Ele sabe que formando casalzinho de conveniência poderia ir mais longe no jogo, quantos já não fizeram isso???, a vencedora do BBB14 e a Clara são um exemplo. Mas ele é fiel a si mesmo e a seus princípios. E isso também é uma raridade dentro do BBB. Renan está sendo vítima de um pensamento machista, do qual em pleno século XXI os homens ainda são reféns. Homem bonito tem que ser “pegador”, caso contrário, ou é gay ou um “bananam”. É como se os homens não tivessem escolha para dizer não diante das investidas de uma mulher. Pois é…. é preciso ser muito homem para resistir e quebrar um paradigma como esse, mesmo sabendo que será julgado por isso.

Frank: Sobre esse assunto não acho que homem feio tem muita condição de ser “pegador” a não ser que seja muito inteligente e tenha outras “qualidades”. O simples fato de ser bonito e sedutor em minha opinião já faz de um homem um “pegador” e não vejo machismo nisso. Munik e Juliana parecem interessadas no Renan. Até onde sei uma é livre e a outra tem namorado aqui fora. Quando uma mulher não abre nenhuma brecha, não tem como um homem se atirar, com raras exceções. Você acha que o público gosta delas ficarem dando “moral” para o Renan?

Shadow: Falando em Munik e Juliana, não deixa de ser divertido e engraçado ver as duas disputando o Renan: os olhares furtivos, as investidas quando a outra dá bobeira; mas essas estripulias não são mostradas, porque o ênfase está em depreciar aquele que é o objeto de desejo das duas. Perde-se a oportunidade de contar uma história cômica, leve e jovial.

Frank: Sobre protagonismo, você deve achar que ainda é cedo para aparecer. Por quê?

Shadow: Ao eleger tão precocemente a “protagonista” o jogo se esvazia. A meu ver Ana Paula acabará cansando (a mim já cansou) assim como o seu irritante “olha elaaaa…”.

Frank: Também acho que o protagonismo atrapalha, apesar de ainda não saber se o protagonismo da Ana Paula é forçado ou natural, mas independente disso o público parece gostar…

Shadow: Além do mais, o protagonismo dela, só existe por conta dos outros protagonistas-antagonistas, que uma vez eliminados como pretende, ficará sem palco para suas caras e bocas, chiliques, ataques histriônicos e encenações.

Frank: Não sei se concordo muito com isso, apesar de ser contra protagonismos fora do teatro e das ficções. Já vi desempenhos solos fantásticos e protagonismos competentes em monólogos. Pode ser que a Ana Paula seja uma pessoa desacostumada a ser uma anônima perdida na multidão e tenha tanta gana de brilhar por pura necessidade da sua personalidade, que de fato é (gana) exagerada. Prefiro esperar para dar uma veredito final. Vamos observar com mais atenção, né?

Shadow: Enfim… aguardemos.

Bom final de semana,
Um abraço, Shadow

 

Muito obrigado por suas opiniões e comentários sempre sinceros e equilibrados, Shadow. Tenha um excelente e merecido restinho de Fim de Semana e uma boa semana a seguir. Envio um abraço fraterno.


Comentários & Mensagens
 (Nota: Comentários publicados no site votalhada no post Ana Paula x Ronan – Falso Paredão, em fevereiro 09, 2016)

Shadow13 de fevereiro de 2016 01:23

 Pois é Frank,
O carnaval acabou, o “paredão do bem” também.
Não é segredo para ninguém que Ana Paula se beneficiou e muito nesta semana. Desequilibrou o jogo. Todos ficaram expostos. Retornou exacerbando falhas e zombando daqueles que não se curvam a ela. Parte do público ainda está aplaudindo sua sádica performance. O peito estufado, o olhar altivo e o dedo em riste parecem estar em alta.Prato cheio para a direção e edição que tem transformado o amargo em doce e a treva em luz.É curioso de se ver.

Agora eu te pergunto Frank: Que mérito tem aquele que ri, menospreza e debocha ao ganhar uma prova ou um privilégio? Isso é jogo? O bom jogador, assim como na vida, sabe que é preciso ter respeito pelo oponente. Ganhar e ficar feliz é muito diferente de valer-se disso para menosprezar e tripudiar o outro, é mesquinho.

Pessoas tóxicas procuram ser o centro das atenções; apreciam a intriga, são calculistas, têm prazer em perseguir os outros, sentem-se realizadas ao causar constrangimento, detestam a harmonia e dominam como ninguém a arte da manipulação.

Enquanto os olhos e as câmeras se voltam para essas pessoas, outras são ofuscadas e histórias deixam de ser contadas. É o que começa a acontecer nesse BBB.

A bela amizade entre os dois “iel”: Daniel e Tamiel se perde; e é o que há de mais verdadeiro ali. O respeito e a admiração que um tem pelo outro são raros, ainda mais dentro de um jogo. Mereceriam ter maior destaque, pois o mundo está carente de amizades como essa.

A frieza com que Ana Paula foi recebida por Ronan, sem um abraço sequer, também passou batido. A impressão que se tem é que ele, assim como os outros, não gostou da pegadinha. Aliás, frieza sobra ali. Dizem que o silêncio de um olhar pode ser muito revelador e, quando a câmera consegue captar os olhos do Ronan, sentem-se calafrios. Ele não se envolve, não consegue estabelecer laços, tenta sugar as atenções com frases feitas que decorou nos livros, muitas vezes fora de contexto. Não deixa de ser emblemático que tenha levado para a casa “O Pequeno Príncipe”, cuja mensagem é “cativar” e “ver com o coração”, parece não ter encontrado ainda o seu real significado.

A postura e coragem de Renan diante das investidas de Munik e Juliana, fica empobrecida quando restrita a um termo pejorativo: “bananam” ou a memes nas redes sociais. Ele sabe que formando casalzinho de conveniência poderia ir mais longe no jogo, quantos já não fizeram isso???, a vencedora do BBB14 e a Clara são um exemplo. Mas ele é fiel a si mesmo e a seus princípios. E isso também é uma raridade dentro do BBB. Renan está sendo vítima de um pensamento machista, do qual em pleno século XXI os homens ainda são reféns. Homem bonito tem que ser “pegador”, caso contrário, ou é gay ou um “bananam”. É como se os homens não tivessem escolha para dizer não diante das investidas de uma mulher. Pois é…. é preciso ser muito homem para resistir e quebrar um paradigma como esse, mesmo sabendo que será julgado por isso.

Falando em Munik e Juliana, não deixa de ser divertido e engraçado ver as duas disputando o Renan: os olhares furtivos, as investidas quando a outra dá bobeira; mas essas estripulias não são mostradas, porque o ênfase está em depreciar aquele que é o objeto de desejo das duas. Perde-se a oportunidade de contar uma história cômica, leve e jovial.

Ao eleger tão precocemente a “protagonista” o jogo se esvazia. A meu ver Ana Paula acabará cansando (a mim já cansou) assim como o seu irritante “olha elaaaa…”.

Além do mais, o protagonismo dela, só existe por conta dos outros protagonistas-antagonistas, que uma vez eliminados como pretende, ficará sem palco para suas caras e bocas, chiliques, ataques histriônicos e encenações.

Enfim… aguardemos.

Bom final de semana,
Um abraço, Shadow”

Um abraço Shadow. Boa semana para você. Desculpe transformar seus comentários em uma entrevista. Tentei encaixar minhas perguntas nos temas que abordou e me preocupei em não deturpar seus pensamentos.

“Caremen Lima 14 de fevereiro de 2016 00:28
Adorei, muito boa a sua conclusão!

Thereza Nicacio 14 de fevereiro de 2016 02:31

Magnífico texto!
Assino embaixo, com firma reconhecida!”

Né?

Curiosidades


Os comentários acima foram postados na análise e estatísticas do Falso Paredão onde a Ana Paula foi agraciada pela audiência com um curto período de reclusão em um cômodo do “espaço multiuso”, de onde acompanhou ao vivo parte do desenrolar das tramas no confinamento durante duas noites e um dia através de um monitor.

Como a Juliana convidou a Adélia para acompanhá-la no almoço especial que ganhou na Prova do Anjo, é possível que ela imunize o Renan. Se ela imunizar o Daniel, se colocará diretamente na mira da Líder Pequi.

Ana Paula tentou “imprensar” o Tamiel para que ele saia do muro em vista de provavelmente estar com 3 votos. Em consequência, ele  buscou apoio no lado contrário ao dela para se livrar do paredão e o que conseguiu pode ser exatamente o paredão com a adição de mais dois votos. Vamos aguardar para ver logo mais na hora da votação.

Contatos

Email: frankkiller@votalhada.com.br
Twitter: @Frankkiller04
Perfil: tagged

Observação:

Será necessária autorização explícita para transcrever em nossos posts (caso considere-se interessantes ou convenientes ou enquadrem-se nos temas publicados acima) as mensagens ou partes delas constantes em emails endereçados ao autor deste post.

 

Eventual advertisements or ads placed here are not the responsibility of the blog and are not entitled to endorsements from us

   

Advertisements

Reviravolta


Reviravolta

Terá mesmo mudado o jogo?

O próximo paredão tem poucas chances de “contemplar” dois da oposição da Macholândia, a não ser que seja triplo ou o Big Fone entre em cena. Munik e Ronan eram os que mais estavam em risco. Agora somente o Ronan corre um sério risco de ir.

Num empate entre ele e alguém da Macholândia, Munik decidiria em seu favor, exceto talvez se for contra o Daniel, porque Ronan manifestou desejo de enfrentá-lo.

https://i1.wp.com/s2.glbimg.com/c78HJHBfJFmJDcjp0454-RZh_ns=/0x0:1919x1080/690x0/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_e84042ef78cb4708aeebdf1c68c6cbd6/internal_photos/apis/59387926191540d893f007e4e7255030/004526.jpg

Com a vitória da Pequí na Prova do Líder, podem ir dois da Macholândia e as opções da Líder seriam Juliana, Daniel e Renan, mais provavelmente o Daniel, porque falou na frente da Munik que a colocaria no paredão se ganhasse a prova do Líder novamente.

O núcleo da Macholândia agora é constituído por Adélia, Daniel e Juliana. A oposição se alicerça em Ana Paula e Ronan. Os demais concursantes são satélites que gravitam em torno desses dois centros de massa.

Por conta de sua estratégia de iludir as meninas e sua rixa contra a Ana Paula, Renan acabou sendo empurrado definitivamente para a Macholâmdia. Matheus e Cacau ainda estão em cima do muro e querem ter certeza de que serão as próximas “vítimas” depois que Ana Paula, Munik e Ronan forem eliminados.

Matheus está nitidamente jogando e aproveita qualquer oportunidade para não ser votado e ficar bem com todos. Foi o principal responsável pelo barraco criado por Renan contra a Ana Paula, ao falar para ele que ela estava cabalando votos para colocá-lo no paredão.

Por conta de sua “paixonite” por Renan, Munik terá uma decisão dificil para se proteger. Espero que ela acorde a tempo de ver a estratégia dele com clareza. Cacau e Ana Paula já falaram que ele gosta de seduzir e depois tirar o corpo fora.

Cacau não parece ser tão boba quanto dá a entender e já percebeu que o Renan joga charme pra cima dela inclusive. Não sei ainda se ela tem certeza que a estratégia dele é essa ou se está aproveitando para tentar provocar ciúmes em Matheus. Se for isso é ingênua mesmo.

Ana Paula falou antes da Prova do Líder que se fosse de resistência iria dar o sangue dela. Ronan falou que só sairia da prova carregado de maca. Poderíamos esperar a mesma disposição no núcleo da Macholândia e incluir o Renan. Essas disposições ficaram adiadas porque a prova foi de perguntas sobre acuidade visual.

Em minha opinião a Ana Paula não deveria abrir o que sabe para o Tamiel e a Adélia. Colateralmente isso só seria bom porque os obrigaria a fazerem um jogo mais explícito, embora a Adélia, por ser uma advogada astuta, vai continuar dissimulando seu joguinho de intrigas.

Fiquei pasmo quando a Adélia disse que é pobre. As fofoqueiras de plantão andam dizendo que ela tem “bala na agulha”, que é “estribada”. Isso não casa muito com o que ela anda falando dentro da casa do Projac.

Por ser advogada em causas cíveis e de família, ela sabe que um casal formado entre Renan e Juliana é prejudicial para os dois e é por isso que torce para que os dois se juntem.

Ana Paula quer colocar Daniel e Renan no Paredão e deixar sobrar a Juliana para ir contra ela no paredão seguinte. Ana só está esquecendo um pequeno detalhe: não é ela quem comanda o RS. LOL.

Com a “eliminação” da Ana Paula a estrtégia do Daniel era fazer um paredão entre Munik e Ronan. Com a volta da “falecida” e Pequí como Líder a estratégia do Daniel fica adiada, mas após a saída da Ana Paula ou do Ronan, a estratégia dele voltará a ser a mesma, ou seja, Munik contra quem sobreviver.

Da mesma forma pensam Adélia, Juliana e, talvez, Renan e Tamiel. Cacau e Matheus ainda podem ficar em cima do muro na semana corrente e, nesse caso, podem ir Ronan ou Munik contra quem ela indicar.

Renan

Está na cara que um caso entre Munik e Renan não interessa à Adélia (na verdade não interessa a ninguém na casa), porque a Pequí está disponível, leve e solta e o Renan não está sendo muito claro neste “rolo” que diz ter fora da casa. Uma hora diz que é uma ex, outra hora diz que só quer respeitar sua ex e outra hora fala que não quer ficar com ninguém apenas por ficar.

Desculpe Renan, se não quer ficar por ficar não provoque ninguém. Vai acabar ficando sem ninguém e sair eliminado como um banana, frouxo e, pior, com a virilidade arranhada. Ninguém engole essa história de que fica vulnerável em sua “inabalável” abstinência quando está “tocado” pela bebida.

Se Renan tem alguém aqui fora e está querendo preservar, seria o caso de perguntar se é homem ou mulher, porque caso seja uma mulher, a essa altura provavelmente já se desencantou ou se desiludiu com ele.

Seria o caso de dizer que iludir com maus propósitos é a pior das 4 opções.

“Página Oficial 13/02/2016 02h15 – Atualizado em 13/02/2016 02h36
Matheus diz a Renan: ‘A Ana Paula está fazendo minha cabeça para votar em você’
(gshow.globo.com/realities/bbb/BBB-16/agora-na-casa/noticia/2016/02/matheus-diz-renan-ana-paula-esta-fazendo-minha-cabeca-para-votar-em-voce.html)”

https://i0.wp.com/s2.glbimg.com/kG4_CAmyB1GPGSbxIKfdIc-Szls=/0x0:1876x1055/690x0/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_e84042ef78cb4708aeebdf1c68c6cbd6/internal_photos/apis/bdede928c782470fb473136e7fbb84a3/festa-elfos-barraco-2-renan-e-ana-paula-13-02.jpg

Matheus falou para o Renan que Ana Paula está fazendo a cabeça de todo mundo contra o modelo. Antes, logo após a Ana Paula descer do segundo andar, foi logo bater com a língua nos dentes para os “inimigos” dela, isto é, que estava imune e que iria fazer a Prova do Líder.

Na festa de sexta-feira Matheus foi o responsável pelo barraco que explodiu entre Renan e Ana Paula. Ele está me saindo mais fofoqueiro do que se poderia esperar. Ainda não percebeu que jamais entraria na Confraria da Macholândia ou percebeu que Renan é quem vai restar.

Comentários & Mensagens

 (Nota: Comentários publicados no site votalhada no post Ana Paula x Ronan – Falso Paredão em fevereiro 09, 2016)

 “Penha Cristina 10 de fevereiro de 2016 01:41

O Daniel mala e proprio falso”

Né?

“Maria luiza 10 de fevereiro de 2016 14:01, 14:20
Ana Paula é horrível. Grosseira, arrogante, agressiva. Se acha superior aos demais, ao público, até ao próprio Bial. Uniu-se ao Ronan pq percebeu nele um certa estranheza e complexidade. Pensa que manipula qualquer um. Chamou Laeecio de pedófilos, Juliana de piranha e agora grita que vai pescar Mateus e Cacau para a sua ” gangue”, palavras dela.

O público gosta de uma barraqueira, infelizmente. Faltou dizer sobre Ana Paula que comprometimento náo significa esculhambar com tudo e todos que não lhe agradam. Comprometimento é postura é isso Tamiel, por exemplo, tem de sobra e nem por isso è o meu preferido. Gosto de Juliana sim, se posiciona, é educada com todos até com quem a esculhamba.”

Ana Paula está repetindo os mesmos erros da Maroca (BBB13). Não sabe manter a lingua quieta dentro da boca. Está desperdiçando toda a informação privilegiada que recebeu de seu eleitorado.

“Maria oliveira pontes 11 de fevereiro de 2016 12:05
Frank eu costumo respeitar as opiniões de todos e com vc não seria diferente,eu não acho os homens desta edição tão mau carater assim,pelo contrario acho todos bacanas em relão a outros homens de bbb anteriores e fazena que se diz artistas.eu estou torcendo pra Juliana Addelia e mateus,e sinpatizo com Daniel Tamiel,Renan,acho os homens desta edição todos tranquilo.mais respeito sua opinião é claro.agora as mullheres não gosto de Ana,Geralda,munik e mim simpatizo com cacau.”

Ok, Maria. Não acho ainda que os homens da edição são vilões na expressão da palavra e não falei que alguém é mau caráter. Em minha opinião a motivação para o jogo que fazem decorre do fato de serem casados ou terem compromissos sentimentais fora da casa.

Naturalmente quem é livre, ou está em casal ou pode formar casal torna-se alvo de votos, o que é perfeitamente lógico, porém não é jogo limpo. Por essa razão talvez é que o Renan está com medo de relacionar-se amorosamente com alguém. Percebe?

Apenas acho o que quis significar, isto é, que penso que são jogadores vorazes, lobos famintos, querendo devorar quem é cordeirinho. Isto é figurativo e não literal e seria um tipo de jogo que não me apraz. Você tem direito à sua opínião e simpatias e se identificar com quem quiser, como qualquer pessoa.

“Email de Fatima, 10 de fevereiro de 2016 03:18
Oi!Frank
E continuo sem candidato para torcer, não estou gostando do BBB16, não achei as pessoas interessantes, são pessoas comuns e bem comuns mesmo. Não existe renovação, os candidatos estão todos muito calejados, repetitivos…”

Né? Pessoalmente acho que pessoas incomuns não são mais interessantes que pessoas comuns. Do modo como penso, o interessante em RS são os atributos pessoais de cada um e não as pessoas em si, comuns ou não comuns.

Os grandes atributos, como magnetismo pessoal, carisma, honestidade, nobreza, etc, independem do fato de serem pessoas comuns ou incomuns, famosas ou anônimas, gordas ou magras, pretas ou brancos, feias ou bonitas, velhas ou jovens, etc. Beijos.

Curiosidades

Juliana está sentindo que a batata dela está assando. Isso pode empurrá-la pra cima do Renan, como a Adélia quer. LOL.

Daniel e Renan são farinhas do mesmo saco, mas com estilos diferenciados. Renan é sonso e utiliza sua estampa de modelo como arma. Daniel usa a lábia e a dissimulação. Com esse papo aparentemente lógico, não é amigo de ninguém e está iludindo o Tamiel. Precisa-se ver se o Tamiel não está na mesma onda.

A volta da Ana Paula na manhã de quinta-feira, não significava que estava perfeitamente garantido que ela disputaria a Prova do Líder. Em meu modo de ver, “participar” da Prova do Líder não significa exatamente “disputar” a Prova do Líder.

Há um certo interesse da produção em saber qual grupo é mais forte nas preferências do público. Uma coisa que notei é que a distribuição da exposição dos concursantes não é igual entre o PPV e a Internet e parece ser diferente propositalmente.

Observando as devidas proporções é mais ou menos o que acontece entre os vídeos editados na TV aberta da Record e o que é mostrado online na Fazenda, onde a verdade nua e crua só aparece nos momentos ao vivo do que decidem mostrar.

Adélia tem razão em um ponto. O fato do Quarto do Líder ser separado da casa torna difícil a vida de quem compartilha o cômodo com o Líder, por causa das manutenções externas.

Fica a dica para ampliarem o segundo piso para as próximas edições e retornarem o Quarto do Líder para a mesma edificação da casa nesse espaço que denominam de “multiuso”, ou mesmo no térreo.

Para analisar concursantes você tem que procurar as motivações para os atos e atitudes por trás da principal motivação, que é o dinheiro do prêmio e, daí, extrair as nódoas ou qualidades da personalidade. Não adianta ficar só na percepção da motivação do dinheiro, porque isso é igual ou quase para todos.

O fato de alguns não quererem ou dizerem que não estão atrás do dinheiro nada significa e não quer dizer que são boas pessoas ou melhores que os demais como, por exemplo, Alan e Tamiel.

Fiquei espantado com os desempenhos da Ana e da Pequí na Prova do Líder. Será que a produção sabia dessa capacidade das duas? Em minhas suposições e sem poder vetar a Ana Paula creio que a Juliana vetaria para a prova com o “Poder do Não” na seguinte ordem: Ronan, Munik, Matheus, Geralda e Cacau.

Contatos

Email: frankkiller@votalhada.com.br
Twitter: @Frankkiller04
Perfil: tagged

Observação:

Será necessária autorização explícita para transcrever em nossos posts (caso considere-se interessantes ou convenientes ou enquadrem-se nos temas publicados acima) as mensagens ou partes delas constantes em emails endereçados ao autor deste post.

 

Eventual advertisements or ads placed here are not the responsibility of the blog and are not entitled to endorsements from us

Lider Pequi


Líder Pequí

Munik, em desempenho notável frente à sua maior amiga Ana Paula, sagrou-se como vencedora da Prova do Líder para a quarta semana. A goiana é uma menina bonita e meiga que recebeu o apelido de Pequí devido a uma pequena confusão com as palavras “por aqui”!

Como costuma acontecer no Brasil, certas mulheres que se destacam no cenário artístico ou do entretenimento são apelidadas com nomes de frutas e, agora, temos uma mulher-pequí também, ou somente Pequí para os íntimos.

https://i1.wp.com/s2.glbimg.com/FjCkhTtRA6GqvZagjxLQteye-qk=/0x0:1919x1080/690x0/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_e84042ef78cb4708aeebdf1c68c6cbd6/internal_photos/apis/ca91f5fb036f4fef8088ababea35ebbd/180946.jpg

Em face do carinho que Ana Paula tem por Munik, os fãs de ambas nas redes sociais resolveram “shipar” os nomes delas como Anik. Anteriormente os fãs de Renan já o haviam “shipado” com Munik (Renik), mas o “brother” não parece muito inclinado a fazer casal com ela no confinamento. Quem sabe, aqui fora? LOL.

“Shipar” é um termo popular novo em português derivado do termo em inglês “ship”, que significa barco, navio, etc. Por exemplo, Nave-mãe é tradução de “Mothership”

Anjo

Na Prova do Anjo em 13/2, a concursante Juliana, desafeto da dupla “Anik”, venceu e colocou a própria Ana Paula e seu amigo Ronan no castigo do monstro. Os dois, fantasiados de “cleaners” de vazamentos radiativos, terão que cuidar de instalações nucleares defeituosas sempre que tocar um determinado sinal.

Será lógico supôr que Juliana imunizará a Adélia em retribuição por ter sido imunizada por ela na primeira semana. Restarão então apenas dois do grupo dela para serem votados pela casa (excetuando os votos de Cacau, Geralda e Matheus), sendo ela uma delas.

Se não for o imunizado, Daniel será a provável indicação da Líder Pequí. Nesse caso, Matheus e Geralda irão provavelmente em Tamiel. Ronan e Ana Paula irão em Renan ou Juliana. Juliana tem a pequí como segunda opção e poderá votar nela.

Previsões de votos

Adélia e Daniel poderão ir em Pequí ou Ronan. Renan pode ir em Ronan. Nessas previsões (que ainda podem mudar) os votos seriam distribuídos conforme as 3 primeiras opções de voto de cada um para amanhã (assumindo Adélia e Ana Paula imunes) da seguinte maneira:

Adélia: Ronan, Pequí e Geralda.
Ana Paula: Renan, Daniel e Juliana.
Cacau: Ronan, Daniel e Pequí.
Daniel: Pequí, Ronan e Geralda.
Geralda: Daniel, Tamiel e Ronan.
Juliana: Pequí, Ronan e Geralda.
Matheus: Tamiel, Ronan e Daniel.
Pequí: Daniel, Juliana e Renan.
Renan: Ronan, Pequí e Tamiel.
Ronan: Daniel, Renan e Juliana.
Tamiel: Matheus, Geralda e Cacau.

Daniel, Juliana, Pequí, Renan, Ronan e Tamiel estão em risco de irem para o “Big Wall” e os 3 com maiores riscos são Daniel, Ronan e Pequí.

Analise


Análise

Shadow 23 de março de 2015 13:23

É Frank, esse é o BBB do B solitário. O Big Brother foi para o espaço, em nome de algo equivocadamente chamado jogo. As últimas “alianças” e votação deixam isso bem claro.

A votação de ontem [22/3] foi ilustrativa. Se dúvida houvesse quanto ao Adrilles, a resposta veio ao dar o seu voto em Cézar; apesar do desejo e apelo de Mariza, desenhados a ele, de querer enfrentar o Fernando; ou seja, a suposta aliança do Adrilles com Mariza não existe, pelo contrário, existe um desejo velado para eliminá-la.

Cézar, por outro lado, poderia ter escapado desse paredão. Sabia que o voto de Mariza seria em Fernando, ele já havia votado nele, era só ter mantido seu voto. Mas, quis se colocar na berlinda, pra manter a linha de perseguido e excluído. Já se julga campeão.

Fernando deu as costas àqueles que o apoiaram e na base de muita lábia, virou a casaca, se enroscou com Amanda no edredom, por entender que ela é forte, e julgar que assim pode ir com ela até a final. Nunca deu a mínima pra quem estava ao seu lado. Nem à Aline… e nem à Amanda…

Amanda, por sua vez, acredita que é a dona do jogo, subestima a todos, inclusive ao próprio Fernando; não mediu esforços para formar casal após a saída da Aline, muito mais para provar de que afinal ele seria dela, do que por amor próprio ou algo mais verdadeiro.

Não é um grupo, é um agrupamento de egos inflados.

Em meio a esses brothers está Mariza, que já percebeu que de brothers, não têm nada. Todos ali são narcisistas e egocêntricos ao extremo; não se doam, não sabem compartilhar, nem ser fiéis aos seus “aliados”. E na essência, o Big Brother, o Grande Irmão, é feito disso. Talvez por isso, a esta altura, não tenha despontado um favorito junto ao público, e Mariza venha ganhando cada vez mais simpatizantes.

Boa semana a todos, Abração,
Shadow

Abração em retorno reiterado, Shadow. Concordo com tudo! Realmente saiu a jogadora menos “perigosa” ou a mais “inofensiva” entre os cinco, apesar de que ela foi também responsável pela saída de pessoas que estavam jogando menos que ela e apenas estavam sendo autênticas. Apoiou e aliou-se a quem não merecia e não deixou de fazer seu joguinho, como todos aliás, ou quase todos. Apesar dos pesares, Mariza  ainda era a menos pior entre esses ainda candidatos a finalistas.

Não quero parecer e nem dizer com isso que sou implacável em matéria de comportamentos, mas sou exigente em matéria de probidade e caráter. Reputações e pessoas ilibadas não costumam aparecer em RS e, portanto, temos mais é que nos cingirmos aos comportamentos. Em resumo, Mariza era quem tinha menos deméritos para ser a campeã!

Entre mortos e feridos não se salvou ninguém e, os poucos que ainda estão no CTI, sofrem de uma doença terminal chamada jogo. Foi pura sorte das gêmeas Andressa e Amanda serem “hors concours” e de Julia, que foi eliminada sem ter tido a chance de mostrar quem era realmente, por causa de um capricho frio de uma produção que pensa com isso estar dando um “boost” na audiência do programa.

Quero crer que se Aline e Julia tivessem entrado como concursantes normais, a história desse RS teria sido completamente diferente e gratificante. Aline não teria sido compelida a “furar o olho” da Amanda para angariar preferências efêmeras. Erro de cálculo, talvez. Julia não teria sido eliminada sem cometer erro nenhum. Portanto não teriam sido eliminadas por esses motivos, ou a ausência deles.

Julia não se submeteu a essa pressão para o jogo e foi eliminada sumária e equivocadamente por algumas invejosas de plantão, monumento feminino que é, e por torcedores ávidos por jogatina e emoções imorais e aéticas. Quem conseguiu disfarçar ódios e falsidades perdurou no programa. Ninguém veio preparado para (ou disposto a) uma experiência de convivência. “Jogou a toalha” a única que não estaria talvez confortável nesse “ring”!

Uma verdadeira Babel. Teve gente prometendo “facadas pelas costas” (sic) ainda antes de entrar, gente que não veio para fazer amigos, para não fazer casais ou para fazer, e transar ao vivo e a cores, para atuar somente com a razão, para fazer demagogia, ter ciúmes de “amigos” (sic), etc. Teve até “jogador profissional de pôquer”, ou ex, e ensinando ou “pregando religião” (sic). É dose cavalar para deixar qualquer um abismado com tanta insensibilidade, incompetência, ausência de bom senso e maquiavelismo.

E ainda disseram antes que a edição traria gente comum, ao invés de modelos, “ratos de academia”, turbinados, bombados, marombados e pessoas bem aquinhoadas fisicamente. Se esse “casting” representa o povo brasileiro, acho que vivo em outro país! Ou isso foi uma piada? É melhor avisar antes, porque assim posso rir, ao invés de chorar! No fundo esses concursantes representam a quem? Seriam a certos elementos da realizadora?

Acho melhor apagar essa edição da memória. Não agradou, não cumpriu objetivo nenhum, não valeu! Nada acrescentou. Muito pelo contrário… Foi amadorismo puro na parte que seria séria, e mal intencionado, diga-se de passagem! A única coisa profissional, mas com um intervencionismo disfarçado, foi o trabalho humorístico feito em cima do RS, embora totalmente inoportuno e descabido; fora de seu sítio natural na grade de programação da emissora.

RS não é programa humorístico, mas vira palhaçada nas mãos de incompetentes. Trata-se do velho cacoete de tentar fazer transfusão de audiências entre programas diferentes e com diferentes propostas. É também por esta razão que os concursantes ficam presos a contratos depois que são eliminados, para dar “boost” em audiência em outros tipos de programas que quase ninguém adepto de RS assiste. Ou seja, são explorados depois de injustiçados! Duvido muito que recebam cachês em alguns deles, senão em todos.

“Bel Rodrigues 25 de março de 2015 16:57

O fato é que Mariza deveria ter votado em Amanda. Porque a estas alturas não dava para contar com Adrilles, totalmente contaminado pelo casal. Se fossem ela e Amanda, hoje Mariza estaria rumo à final dentro da casa e Amanda chorando a rejeição do lado de fora. Ponto. Agora, perdeu a graça totalmente!”

É um ponto de vista válido, Bel. Poderia ser efetiva essa hipótese se Amanda não fosse a Líder e não detivesse o Voto de Minerva no desempate de Amanda 2 x 2 Cézar. Mariza iria então para o paredão contra o Cézar de qualquer jeito, e se não fosse eliminada ficaria isolada. As únicas chances da Mariza seriam o Adrilles não votar em Cézar ou ele, Cézar, só receber um voto.

Como no Grupo “Tá com Nada” só tem o Cézar, o Big Fone vai tocar amanhã (hoje), 26, para transferir alguém do TCT para o TCN (Adrilles, Amanda ou Fernando). Está na cara que é para o Cézar não se isolar mais ainda e consolidar sua tática de coitadinho.

Falando tecnicamente e tendo em vista o jogo aparente quanto aos atributos de honestidade e lisura, um concursante não pode mudar seu voto em cima do laço por conveniências, em contradição ao que vinha desenhando (arquitetando) antes da formação de um paredão. Ele se livraria do paredão, mas não se livraria da punição da audiência na primeira oportunidade.

Por exemplo, Mariza vinha propalando seu voto em Fernando e adiantando seus motivos. Não entro no mérito de que os outros fazem os mesmos tipos de coisas. O que são ruins em comentar intenções de votos são várias coisas: 1) É considerada orquestração de votos; 2) Cria o compromisso ético de manter a palavra; 3) Habilita a produção a orquestrar e direcionar o paredão; 4) Ajuda os outros concursantes a armarem suas próprias estratégias de voto e; 5) Habilita os comentaristas especializados a alertarem a audiência.

Se você for concursante algum dia, evite fazer isso, embora a tentação seja muito grande! Sua força moral é quem vai ditar se você será capaz.

Contatos

Email: frankkiller@votalhada.com.br
Twitter: @Frankkiller04
Perfil: tagged

Observação:

Será necessária autorização explícita para transcrever em nossos posts (caso considere-se interessantes ou convenientes ou enquadrem-se nos temas publicados acima) as mensagens ou partes delas constantes em emails endereçados ao autor deste post.

(Nota: Post publicado no site votalhada em 26/03/2015)

Eventual advertisements or ads placed here are not the responsibility of the blog and are not entitled to endorsements from us

Jogo e Meritos II


Jogo e Méritos II

As Damas de Preto aproveitaram a rivalidade entre Marco e Talita na votação passada para se livrarem do paredão. Hoje estão sem muita segurança, porque a Talita não está muito disposta a deixar pegarem carona no voto dela. O voto do Cezar é uma incógnita para todos, como sempre, e a indecisão do Anjo contribui para a tensão das Damas “in black”.

Os quatro do grupo intelectualoide vão votar na mesma pessoa, porque em caso contrário irão dois deles para o paredão. Novamente o casal Ralita e Cézar serão o fiel da balança. E, dessa vez, o voto do Cézar poderá equilibrar ou desequilibrar a votação. Luan pensa que na possibilidade de irem 3 para o paredão, ele se salvaria, se dois dos emparedados forem ele e Aline. Sua opção de voto gira em torno de um paredão simples, de olho num paredão triplo. Sua estratégia é enfraquecer o grupo intelectualoide, que dá suporte ao casal Feline.

Nunca ouví alguém dizer que avaliar pessoas é fácil. Nas áreas humanas e profissionais existem várias especialidades dedicadas a isso: psicologia, psiquiatria e ciências médicas em geral, sociologia, gerências de recursos humanos, etc, para não falar de vestibulares, exames de conhecimentos, seleção de pessoal, etc.

O exposto acima é a causa do comodismo da audiência em querer avaliar somente jogo dos concursantes em RS. É mais simples. Mas os próprios concursantes querem ser avaliados por seus atributos e méritos pessoais. Os que não querem, somente entram no Reality para jogar e terem méritos apenas pelo jogo, e isso já é um diferencial para avaliação.

O vocabulário não define o caráter de uma pessoas, assim como o seu sotaque ou idioma. São detalhes que definem a origem ou meio social em que se criaram ou o grau de cultura e conhecimentos linguísticos que atingiram. Isso também não define caráter. Por exemplo, Adrilles tem um vasto e rico vocabulário, mas é pedante. Faz questão de demonstrar que tem cultura e não utiliza baixo calão a não ser como floreio. O grau de cultura não é sinal de bom ou mau caráter. O linguajar não define um indivíduo mau caráter.

Nem o timbre da voz qualifica uma pessoa como boa ou ruim. É pedantismo condenar uma pessoa que fala muitos palavrões. Você não conhece o meio social onde ela vive ou se criou. Ao condená-la você está condenando o meio social de onde proveio. Esse segmento social não é assim por sua (dele) culpa. A culpa é da sociedade como um todo da qual você faz parte. É uma abstração de seus recalques ou culpas ou uma fuga deles. SE você não usa baixo calão é mérito seu, mas não é demérito de quem não, a não ser que sejam propositais para escandalizar. Não creio que um concursante queira isso conscientemente.

Quem procura se diferenciar frisando saber falar bem e de um modo ostensivo é cabotino. Adrilles e Mariza são cabotinos, mas a Mariza nem tanto. Ela é uma pseudo-intelectual no sentido clássico, para não chegar a dizer que é uma piada. Entre um poema recitado e referências a escritores ou poetas famosos ou clássicos, Adrilles vai soltando pérolas, como por exemplo, “quem não leu ou não conhece Machado de Assis é burro” e “José de Alencar é chato”, etc.

É o cúmulo da pretensão o gajo achar que seus gostos estéticos, literários, etc, são os universais da humanidade. Que suas verdades são as verdades que deveriam ser de todos. Achar-se um gênio faz dele um dos caras mais convencidos que já vi em RS. Seria uma defesa? Pode ser entendido assim, mas não faz um mérito para ele! Em seu entender, seus gostos literários são os únicos intelectualmente aceitos para os demais e, quem não gosta do que ele gosta é burro?

Calma aí; muita calma nessa hora! O desdouro a José de Alencar me parece bairrismo ou xenofobia ou despeito em relação ao Poeta cearense, ao qual ele nem chega aos pés, e a generalização no caso da burrice é burrice. Afinal ele quer permanecer no RS ou quer apenas abrir suas asas de pavão? Quer fazer contraste por jogo, em seu entender sutil, e/ou, quer parecer inteligente com conhecimento? Ou não sabe que uma coisa nada tem a ver com a outra? Exibicionismo de cultura é muito pedante, ainda mais num RS. Adrilles mergulhou demais na poesia e esqueceu da Pedagogia e dos relacionamentos humanos, e ainda se mete a ditar currículos escolares.

Costumo dizer para algumas pessoas que pensar é perigoso! São raras essas pessoas e Adrilles é uma delas. Adrilles pensa num universo interno, só dele. Não faz ideia de que existe um universo fora (dele). 99% do mundo não leu Machado de Assis. Então 99% do mundo é burro na concepção dele! Acho que percentual igual ou próximo de pessoas que falam português não leu Machado. Então… Só falando como um mineiro: Nóó!

Tudo o que ele fala é fora de contexto, ou num contexto só dele, construído por ele. Usa palavras sonantes como quem usa perfumes para o ouvido. Perfumes atuam no olfato. Você faz poesia para agradar o espírito, para deleitar a alma. Você agrada ou satisfaz os sentidos, não o sentido da audição. A musa dele é a Tamires, mas o que ele faz é ridiculatizar sua musa. Será que ele pensa que ninguém está percebendo isso?

Alguns, penso que poucos (é tão surreal!), acham que quem entra num RS para fazer casal vem com o intuito de esconder o caráter. Isso é argumento pobre! E quem vem com o intuito de jogar? Resposta fácil: Vem com o intuito de mostrar que não tem caráter e mostrar que é bom jogador! É uma substituição ou compensação, porque ele sabe que tem um público que só quer isso. Mas não é verdade? Se quem gosta de jogo por dinheiro não tem caráter, quem joga por dinheiro não precisa ter caráter. A dedução é lógica! O jogador fica tão imerso em seu jogo que esquece o principal: seu caráter.

Em outras palavras, quem vem apenas para jogar sabe que não tem outros méritos para ganhar e acha que saber jogar bem é um mérito, porque é assim que uma parcela do público enxerga o Reality. A saída precoce de jogadores contumazes nesta edição está mostrando que esse público é minoritário. O tiro no pé que o Luan falou que é comum aos 3 já eliminados é nada mais, nada menos, do que… Jogar!

Já aqueles que fazem casais por jogo, visam ter um aliado e uma válvula de escape para a pressão psicológica que o confinamento e isolamento acarretam. É uma estratégia diferente e mais eficiente, porque eles sabem que há também um público para isso. Em resumo, na essência não há diferença entre os dois métodos.

Moleskine

Talita está em dúvida sobre quem vai votar. Não está muito disposta a salvar a Angélica, caso a Tamires imunize a Amanda. Angélica anda fazendo campanha negativa contra ela e, Talita não está gostando muito, claro! Rafael e Cézar acham que Luan vai na Aline. Nesse caso, Talita vai no Adrilles. Luan quer deixar a Mariza para o voto da casa, mas pode acabar indo ele. Angélica é a melhor segunda opção nesta edição até agora, caso Amanda seja imunizada.

Adrilles: (Amanda), (*Angélica), Luan, Cézar.
Aline: (Amanda), (*Angélica), Luan.
Amanda: (Adrilles). Aline, Fernando, (*Mariza).
Angélica: (Adrilles), Aline, Fernando, (*Mariza).
Cézar: (Adrilles), (*Aline), Luan, Mariza.
Fernando: (*Amanda), (*Angélica), Cézar, Luan.
Luan: (Adrilles), (*Aline), Fernando, Mariza.
Mariza: (Amanda), (*Angélica), Luan, Tamires.
Rafael: (*Adrilles), Amanda, (Angélica), Cézar, Mariza.
Talita: (*Adrilles), (Angélica), Cézar, (Mariza).
Tamires: (Aline), Fernando, (*Mariza).

Tamires imunizará Amanda ou Cézar. Se houver Big Fone, poderá ser atendido por Angelica ou Cézar. Se não houver Big Fone, o terceiro emparedado poderá sair por algum processo exótico ou por uma provinha ou por votação (os dois mais votados, por exemplo). Um Big Fone poderia ser para quem atender indicar alguém ao paredão, ao invés de ir o próprio. Este paredão triplo visa salvar Aline ou Fernando, caso caiam na Berlinda do Carnaval. No caso da Fran do casal FranGo (BBB14) não tiveram toda essa consideração.

“Angel 12 de fevereiro de 2015 13:46
Análise muito bem feita. Excelente a sua colocação de que ele tem conhecimentos específicos o que não faz dele necessariamente inteligente. E digo mais: não faz dele necessariamente culto. Cultura de fato exige anos de dedicação a vários assuntos. A construção da cultura exige uma abertura a vários tipos de opinião e conhecimentos. Quanto a mim, fiquei bastante incomodada com a postura do Marco de teólogo do bem que vilanizava o outro lado e fazia exatamente as mesmas coisas. Tanto quanto me incomodou o apelo que ambos fizeram na hora do paredão aos projetos sociais. Mas como você permaneço com meu juizo em suspenso.”

Concordo, Angel. Muita água ainda fluirá por esse rio. Excetuando a Julia (que não deu tempe para conhecer), quem já foi eliminado não tinha perfil de vencedor, além de só um bonezinho de jogador! Vejo-os em minha imaginação ao redor de uma mesa, em uma sala enfumaçada, fumando, varando as madrugadas e fazendo suas apostas cada vez mais altas. E, de vez em quando, checando se a polícia não está vindo!

“Paulo 13 de fevereiro de 2015 17:27
“Talvez n sejam vcs” versus “parem de manipular” rs”

Alguns baderneiros entram aqui no Votalhada só para bagunçar as enquetes. Acham eles que influenciam as opiniões dos comentaristas e leitores regulares. Enganam-se, porque aqui todos, ou pelo menos a maioria, assistem atentamente e entendem de Realities e não adianta balançar o coreto. LOL.

“Site Oficial, 11/2 05h27
Ops! Imprevisto se repete com Aline e Fernando embaixo do edredom (Link)

Gostaria de saber onde o Fernando anda metendo a cara embaixo dos edredons com a Aline e com que substância suja o rosto, já pela segunda vez. Sei que é uma curiosidade mórbida, mas não resta dúvida que é coisa inusitada! LOL.

Contatos

Email: frankkiller@votalhada.com.br
Twitter: @Frankkiller04
Perfil: tagged

Observação:

Será necessária autorização explícita para transcrever em nossos posts (caso considere-se interessantes ou convenientes ou enquadrem-se nos temas publicados acima) as mensagens ou partes delas constantes em emails endereçados ao autor deste post.

(Nota: Post publicado no site votalhada em 15/02/2015)

Eventual advertisements or ads placed here are not the responsibility of the blog and are not entitled to endorsements from us